O defensor público geral do Estado, Ricardo Paiva, deu posse à servidora Kamilla Gomes da Silva Pessoa, 25, no cargo de Assistente Técnico de Defensoria – Técnico Administrativo, nesta segunda-feira (21). A cerimônia de posse foi realizada na sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), com a presença do subdefensor geral, Thiago Nobre Rosas, e da diretora de Planejamento, Caroline Ortiz Simonetti, além da mãe e da irmã da servidora, Rita Márcia e Karollina Pessoa, respectivamente. Kamilla está entre os aprovados do concurso da Defensoria para provimento do quadro suplementar de servidores da instituição realizado em 2018.

Ao dar posse à servidora, o defensor geral disse que todas as vezes em que alguém entra para a Defensoria é motivo de alegria e que espera que Kamilla possa contribuir com a missão da instituição. “A Defensoria tem na sua função uma missão muito nobre, que é a de ajudar as pessoas, o que, para mim, é algo muito dignificante. Espero que você se apaixone pela Defensoria e que dê o seu melhor”, afirmou Paiva durante a posse.

O subdefensor geral, Thiago Rosas, ressaltou que a Defensoria trabalha para ajudar muitas vidas e transformar o mundo de muitas pessoas. “Vais trabalhar para ajudar as pessoas que não têm mais nenhuma alternativa e nós trabalhamos muito, mas, no final do dia, ficamos felizes. Esperamos o seu compromisso e a sua fidelidade com o trabalho”, disse.

A diretora de Planejamento, Caroline Ortiz, salientou que considera ser uma benção ser aprovada em concurso público e empossada, o que na Defensoria é, além e uma benção, uma bela missão. “Eu me sinto privilegiada e abençoada por fazer parte dessa família. Espero que você se apaixone também e nos ajude a “defensorar” juntos”, concluiu.

Ao tomar posse, Kamilla agradeceu a oportunidade de estar assumindo o cargo e revelou que teve dúvidas em passar a atuar na Defensoria, pois era concursada da Amazonprev, mas que fez a escolha para estar mais próxima da atuação em Direito, curso para o qual se formou recentemente. “Confesso que estava em dúvida de vir para a Defensoria, mas escolhi ficar mais perto do Direito. Vejo como uma oportunidade de crescimento, de aprendizado, um desafio”, afirmou.

Fotos: Paulo Maciel/DPE-AM

Categorias: NOTÍCIAS