”A democracia só se consolida quando uma instituição como a Defensoria é forte e prestigiada”, disse Sinésio Campos, autor da homenagem O reconhecimento ao trabalho de defensores, servidores, estagiários e residentes da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) marcou a sessão especial em homenagem aos 29 anos de criação da instituição, realizada na manhã desta sexta-feira, 29, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

Proposta pelo deputado Sinésio Campos (PT), a sessão reuniu defensores e servidores, entre os quais os primeiros que trabalharam na instituição, criada no dia 30 de Março de 1990, com o objetivo de prestar assistência jurídica gratuita à população de baixa renda, por meio de advogados de ofício lotados no extinto Departamento de Assistência Judiciária, vinculado à Secretaria de Estado da Justiça.

Nos últimos três anos, a Defensoria registrou mais de 1 milhão de pessoas atendidas, mantendo-se atuante na capital e interior do Estado, onde se faz presente com três polos de atendimento, sendo um em Parintins, que alcança os municípios de Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos; um em Itacoatiara, atendendo também aos municípios de Rio Preto da Eva, Itapiranga, Silves, Urucará, São Sebastião do Uatumã, Urucurituba; e o Polo de Humaitá, que atende aos municípios de Nova Olinda do Norte, Borba, Novo Aripuanã, Manicoré, Apuí.

Ao justificar a proposta da sessão especial, o deputado Sinésio Campos destacou a relação de cumplicidade com o trabalho desenvolvido pela Defensoria Pública no atendimento à população carente do Estado, pontuando o esforço feito pela atual administração de levar o atendimento ao interior. “A democracia só se consolida quando uma instituição como a Defensoria Pública é forte e prestigiada”, afirmou.

Categorias: EVENTOS NOTÍCIAS